Como Funcionam Auditorias de Sistema de Gestão?

As auditorias de sistema de gestão são processos de inspeção que avaliam a qualidade dos métodos de trabalho dentro de uma empresa. Essas validações podem ser desenvolvidas por uma equipe interna, um profissional contratado ou até uma empresa especializada nisso.

Existem vários tipos de auditorias e cada uma delas serve como base para certificações segundo normas ISO específicas. Esse tipo de sistema serve para atestar não conformidades, observações e oportunidades que podem ser aperfeiçoadas, a fim de que a indústria valide os requisitos para a obtenção do certificado da ISO na área desejada.

Quer entender melhor sobre esse tema e como eles se relacionam com cada ISO? Então, continue com a gente!

O que é uma certificação de sistema de gestão?

Primeiramente, é importante dizer que todos os sistemas de gestão são auditáveis. Desde o sistema da qualidade, passando pelo social, ambiental, de responsabilidade, gestão integrada, energia e até o de segurança e saúde no trabalho.

Portanto, a certificação de um sistema de gestão é a comprovação, por meio de auditoria, de que os processos possuem a qualidade recomendada conforme cada norma regulamenta. A auditoria é realizada avaliando e documentando todo o sistema, que, posteriormente, poderá ser otimizado e aperfeiçoado.

As certificações ISO possibilitam que as empresas possuam reconhecimento internacional, facilitando, assim, que marcas brasileiras possam produzir e vender para países do mundo todo — afinal, elas estarão certificadas pelas normas da International Organization for Standardization.

Como funcionam as certificações ISOs?

A decisão de certificar-se pelas normas ISOs, como a 9001, 14001 e 45001 é uma opção da empresa. Ou seja, é uma escolha estratégica que a organização decide realizar para se consolidar no mercado e conquistar mais clientes.

Dessa forma, é extremamente necessário que os gestores compreendam o foco de cada ISO e como são realizadas as auditorias para inseri-las no contexto de sua empresa. Por exemplo, as certificações ISO têm uma validade de 3 anos, e após esse tempo uma nova auditoria deve ser realizada.

ISO 9001

Nessa auditoria de qualidade, é necessário que a organização atenda todos os requisitos da ISO 9001. Nesses casos, algumas empresas contratam profissionais externos para fazerem uma pré-avaliação ou realizam um curso para preparar a equipe para a auditoria final.

Atualmente, pequenas e médias empresas já buscam essa auditoria, pois reconhecem a possibilidade de conhecer e melhorar os seus processos, visando mais qualidade e aumentando sua competição.

A versão 2015 da norma é bem minuciosa, portanto, é preciso fazer um check-list completo de todos os requisitos, explicitando o que foi feito para as adequações, não conformidades e soluções.

ISO 14001

No caso da auditoria ISO 14001, ela deve ser realizada por entidades credenciadas pelo Inmetro que validam a empresa sobre o seu sistema da gestão ambiental. Se for a primeira tentativa de obtenção do certificado, um auditor externo verificará previamente a organização e fará uma lista de pendências, dando tempo hábil para que as soluções sejam implementadas.

No fim do prazo, a empresa recebe o certificado que tem duração de 3 anos, mas as melhorias devem ser contínuas, pois dentro de um ano uma auditoria de manutenção pode ser realizada.

Se compararmos a ISO 14001 com a ISO 9001, a segunda opção é mais fácil de ser implementada. No caso do SGA, a complexidade da legislação ambiental no Brasil dificulta um pouco o processo.

Na prática podemos dizer que essa norma não serve apenas como uma metodologia de controle ambiental, mas sim uma ferramenta para essa gestão. Ou seja, ela não determina requisitos, mas avalia as conformidades ambientais da empresa.

ISO 45001

Essa ISO propõe a melhoria da segurança, diminuindo acidentes e controlando perigos e riscos iminentes. A ISO 45001 verifica o desempenho da organização em relação à saúde e segurança no ambiente de trabalho e pode ser implementada em qualquer organização. Assim, ela promove a redução de não conformidades e previne outras possibilidades de ocorrência.

É possível utilizar auditores da própria equipe, desde que eles sejam treinados para isso. Esse tipo de auditoria pode ser vantajoso, pois os funcionários já conhecem as operações e processos e terão mais facilidade em avaliar.

Em outro caso, se um auditor externo for escolhido, ele pode contribuir com a experiência vivenciada em outras empresas. Mas, independentemente da escolha, é necessário que todo o processo seja documentado, mantendo todos os requisitos acerca da postura, elaboração de relatórios, controle de tempo, entre outros.

Quais são os modelos de auditorias?

As auditorias de sistema de gestão também podem ser definidas pelos seus tipos ou fases, sendo eles: auditoria interna, externa e de fornecedores. Entenda mais sobre cada prática!

Auditoria interna

A auditoria interna refere-se à primeira parte e acontece quando a própria empresa audita seus sistemas e processos. É importante dizer que, mesmo que isso seja realizado internamente, os profissionais precisam seguir os padrões rigorosamente e sugerir melhorias para que possam conseguir o certificado na fase de auditoria final.

Então, o auditor interno precisa ser competente e possuir treinamento específico para validar cada ISO requisitada. Caso não seja possível, será necessário contratar uma empresa terceirizada para validar os requisitos.

Auditoria no fornecedor

No caso da auditoria com fornecedor ou segunda parte, ela pode ser realizada pela empresa ou por terceiros. com o objetivo de avaliar os requisitos legais e contratuais da parceria que está sendo firmada.

Esse tipo de certificação melhora a confiança entre as partes, potencializa as parcerias de sucesso e minimiza os riscos e as não conformidades. Alguns requisitos que podem ser avaliados: qualificação e organização dos recursos humanos, cumprimento da legislação, controle de qualidade, recebimento de matérias-primas, acondicionamento, condições de trabalho e logística.

Ao negligenciar essa fase, sua empresa pode correr o risco de contratar um fornecedor que não cumpre itens de responsabilidade compartilhada, como o descarte correto de resíduos , incorrendo em problemas por essa falta de verificação.

Auditoria externa

A auditoria externa ou terceira parte  é  realizada por uma certificadora  devidamente homologada no Inmetro, organismo representante do Brasil na ISO , que deve ter um vínculo com Inmetro. Esse auditor valida e documenta todos os requisitos, verificando se as melhorias foram estabelecidas e se a empresa cumpre normas e sugestões. Caso tudo esteja correto, ele valida a ISO em questão.

Realizar auditorias de sistema de gestão é algo bem comum em qualquer empresa e é essencial para mantê-la competitiva no mercado. Desse modo, é preciso que os gestores estejam atentos aos requisitos de cada norma e qual o foco de cada auditoria para tomar medidas corretivas e preventivas.

Por exemplo, há recomendações que auxiliam na otimização de processos e outras que fazem parte da legislação e podem ocasionar multas. Portanto, conhecendo cada auditoria é possível sugerir aquela que mais tem relação com o momento e estratégias da instituição.

Vai passar por auditoria e precisa de ajuda para implantar ou manter a sua certificação? A Delogic possui parceria com consultores e auditores ISO, entre em contato com a gente.

Welerson Barros

Sobre Welerson Barros

Parceiro Delogic, consultor Sênior da Teorema, formação em Metalurgia e Mecânica, Auditor Líder - SGQ ISO 9001, IATF 16949 e VDA 6.3.Certificação de Produtos na ABNT. Mais de 20 anos de experiência na área do SGQ e Certificações de Produtos, instrutor de treinamentos, desempenhando atividades no Brasil e no Exterior.

2 thoughts on “Como Funcionam Auditorias de Sistema de Gestão?”

  1. Boa noite Célio,
    Você diz no seu artigo, que o auditor externo ” deve ser certificado pelo Inmetro “, não necessariamente, ele precisa sim ser auditor líder formado por empresa idônea e esta empresa sim “pode ser” acreditada pelo Inmetro ou que faça parte do MOU.

    1. Olá Oscar, tudo bem? Agradeço muito por acompanhar nossos posts, bom o seu comentário foi de grande valia, já corrigimos nosso conteúdo.
      Agradeço por nos ajudar a deixar o conteúdo ainda mais rico.
      Grande Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *