Conheça os principais exemplos de gaps de competência!

Conhecer exemplos de gaps de competência é fundamental para avaliar esses processos e utilizá-los de forma adequada no ambiente empresarial e no relacionamento com os seus colaboradores.

Entender os gaps de competência é um processo crucial para o desenvolvimento de habilidades de um profissional que atua na empresa e não há forma simples e eficiente de entender eles como os exemplos.

Pensando nisso, nós resolvemos escrever este artigo. Nele, mostraremos o conceito de gaps de competência e alguns exemplos desse processo. Acompanhe!

O conceito de gaps de competência

Apesar de serem muito esquecidos pelos gestores os processos de aprendizagem são grandes aliados de uma estratégia de negócios. Ela é a mobilizadora dos resultados do empreendimento e precisa ser utilizada de forma adequado.

Nesse sentido, eliminar eventuais gaps de competência é fundamental para preparar os colaboradores de um empreendimento para o futuro. Afinal, o que são esses gaps de competência?

Primeiro, é importante entender que a competência — quando é tratada pelo setor de departamento de gestão de pessoas — é um conjunto de aptidões profissionais de um trabalhador, incluindo suas habilidades, conhecimentos técnicos e, até mesmo, o comportamento dele na empresa.

Os gaps de competência, portanto, são lacunas de competência de um colaborador. Ou seja, a diferença entre as competências que ele tem e as que a empresa necessita. Essas lacunas podem prejudicar um negócio de diversas formas possíveis, afetando o processo produtivo, vendas e até mesmo o trabalho de outras equipes.

Esses gaps de competência podem existir por diversos fatores, desde uma formação fraca provinda de uma instituição de ensino que não preparou a pessoa para o mercado de trabalho, bem como a falta do fornecimento de treinamentos e reciclagem para o colaborador.

Independentemente do fator que causou um gap de competência é fato que ele jamais deve ser ignorado, afinal, existe o risco real dele piorar com o passar do tempo e prejudicar a sua resolução e impactar diretamente nos resultados da empresa.

Os exemplos de gaps de competência

Agora que você entendeu o conceito mostraremos alguns exemplos de gaps de competência que podem prejudicar determinados processos dentro de uma empresa, possibilitando ao leitor identificar a importância de conhecer esses problemas e investir na sua resolução. Continue lendo!

Entrega de resultados

Gaps de competência que afetam a entrega de resultados são um dos principais que devem ser verificados pela empresa. Alguns exemplos são:

  • Demora na entrega de relatórios;
  • Dificuldade para finalizar tarefas dentro do prazo;
  • Displicência com equipamentos, ferramentas e dados gerados pela empresa, entre outros.

Esses e outros exemplos de gaps de competência podem gerar problemas graves em toda a empresa. Quando os resultados do negócio são afetados por esses gaps é um sinal claro de que a organização precisa identificar e eliminá-los o mais rápido possível antes que se tornem problemas maiores e medidas mais enérgicas tenham que ser tomadas.

Resiliência para lidar com conflitos

A resiliência para lidar com conflitos é outro ponto que pode ser afetado por gaps de competência. Profissionais que não estão preparados para determinados desafios que podem surgir ao longo de um dia estão sujeitos a prejudicar esse processo dentro de uma empresa.

Problemas, conflitos e desafios são muito comuns dentro de um negócio. Em muitos casos, não há como fugir deles. É papel dos gestores, portanto, preparar os seus profissionais para ter a resiliência e motivação necessários para superar esses problemas.

Exemplos de gaps de competência que impactam nesse aspecto são:

  • Necessidade de imposição de ideias individuais, dificultando a resolução de conflitos;
  • Dificuldade para ouvir o outro colaborador e entender suas necessidades e pontos de vista;
  • Falta de empatia.

Esses aspectos estão mais relacionados com a parte psicológica que com as atribuições técnicas e cognitivas de um colaborador. Portanto, eles devem ser solucionados com processos de treinamentos nessa área, demonstrando a importância de desenvolver um ambiente de trabalho de compreensão e empatia com os demais colaboradores.


Senso de urgência

Outro ponto afetado por gaps de competência é o senso de urgência. Profissionais que não conseguem entender esse aspecto podem prejudicar o resultado da empresa e o desenvolvimento das atividades de outros colaboradores.

Existem pessoas que têm aquele velho e perigoso hábito de deixar tudo para ser feito momentos antes do prazo determinado. Isso, além de deixar uma grande margem para o cometimento de erros também pode afetar o andamento dos processos empresariais.

Eliminar esse tipo de gap de competência e incentivar o colaborador a ter senso de urgência faz toda a diferença no ambiente empresarial e contribuirá para o perfeito desenvolvimento de todas as tarefas executadas dentro da empresa.

Proatividade

A busca por profissionais proativos é comum dentro das empresas. Afinal, ter pessoas capazes de se antecipar às eventuais necessidades e executar tarefas diversas daquelas que foram determinadas faz toda a diferença no ambiente empresarial.

Nesse sentido, é fundamental que os gestores tenham em mente a necessidade de encontrar eventuais gaps de competência que podem atrapalhar a proatividade de um colaborador. Entre eles, podemos destacar:

  • A falta de conhecimento técnico de determinados aspectos que impedem o colaborador de realizar determinadas tarefas;
  • A inexistência do senso de urgência;
  • A falta de conhecimentos sobre os demais processos que envolvem o seu departamento com um todo.

A resolução de gaps de competência e o impacto na produtividade e motivação

Solucionar eventuais gaps de competência pode impactar diretamente na produtividade e motivação dos seus colaboradores. Isso porque, ao trabalhar nessa solução, você demonstra aos seus funcionários a preocupação com o desempenho deles e como a empresa está disposta a contribuir para esse desenvolvimento.

Por outro lado, eliminando ou, pelo menos, reduzindo gaps de competência, todos os processos dentro da empresa se tornam mais eficientes, facilitando os resultados e tornando o trabalho mais simples para os colaboradores, impactando diretamente a produtividade e a motivação.

Como você pode perceber nos exemplos de gaps de competência trabalhar esse aspecto é crucial para manter os colaboradores de um negócio sempre alinhados aos objetivos da empresa gerando os resultados esperados e contribuindo para o seu crescimento ao longo dos anos.

Quer continuar acompanhando nossos conteúdos? Assine nossa newsletter ou siga a Delogic no LinkedIn.

Célio Silva

Sobre Célio Silva

Sócio e Diretor da Delogic Sistemas, com mais de 14 anos de experiência na criação de softwares customizados para pequenas, médias e grandes empresas. Dedico meu tempo livre para aprender e compartilhar artigos sobre Tecnologia, Softwares, Gestão e Qualidade empresarial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *