Entenda a gestão de riscos na norma ISO 9001

Powered by Rock Convert

O risco é um fator inerente às nossas vidas, presente em todas as decisões que tomamos e, normalmente, agimos ignorando-o nas decisões mais simples. Porém, quando se trata de uma empresa, devemos levar em consideração a gestão de riscos, pois mesmo que o produto seja diferenciado e tenha uma marca forte, não estamos livres de vulnerabilidades.

A gestão de risco auxilia na tomada de decisão da empresa, afinal, ao implantarmos um sistema adequado, estamos prevendo os cenários possíveis que podem ser enfrentados pela equipe. A International Organization for Standardization (ISO) é referência quanto ao assunto de normas e padrões, sendo a norma ISO 9001 a mais conhecida, e a sua versão mais recente de 2015 aborda o gerenciamento de risco.

Quer saber mais sobre como a norma ISO 9001 trata a gestão de riscos? Confira este artigo que escrevemos para você!

O que é a norma ISO 9001?

A ISO 9001 consiste em um sistema de gestão que visa a garantir a otimização dos processos, conferindo maior agilidade e segurança no desenvolvimento dos produtos. Além da organização da empresa, a norma aborda boas práticas de relacionamento com o cliente e com os fornecedores.

Obter a certificação ISO 9001 é tornar a empresa reconhecida nacional e internacionalmente, gerando um diferencial competitivo e aumentando a satisfação dos clientes.

Qual a relação da ISO 9001 com a gestão de riscos?

A atualização da norma em 2015 trouxe novos conceitos a respeito de gestão de risco, incentivando as empresas a analisarem os contextos da organização, focando um sistema preventivo e tornando os gestores os responsáveis por assumirem a sua eficácia. Assim, é fundamental entender o que são os “contextos da organização”, abordados pela norma ISO 9001.

O que são “contextos da organização”?

A expressão “contextos da organização” consiste em levantar os fatores internos e externos que possam atingir a empresa, além de definir quem pode influenciar significativamente o que a empresa faz e o que esses influenciadores querem. O plano de prevenção de riscos de uma organização deve, portanto, levantar quais são esses fatores e influenciadores.

Fatores internos e externos

Os fatores internos estão relacionados aos recursos materiais, financeiros e tecnológicos utilizados pela empresa para a produção, definindo quais recursos serão adquiridos e quais já foram obtidos. Além das questões físicas e financeiras, a questão humana também é importante nessa etapa. Portanto, determinar as culturas, os valores e o desempenho da equipe é fundamental.

Levantar os fatores externos consiste em responder à seguinte pergunta: quais eventos podem influenciar o seu produto e a sua empresa? Assim, é necessário entender quais os fatores legais, culturais, políticos e econômicos que podem atuar diretamente em cima do seu produto.

Expectativas e necessidades das partes interessadas

As partes interessadas consistem no grupo de clientes, fornecedores, colaboradores, sociedade, concorrentes, entre outros. É fundamental para a organização determinar como será o relacionamento com esses influenciadores, avaliando as necessidades de cada um e determinando o que eles esperam da empresa e o que a empresa pode esperar deles.

Qual a importância de uma boa gestão de riscos?

Um bom gerenciamento dos riscos, além de preparar a equipe para os cenários mais positivos e negativos, ajuda na prevenção de acidentes, pois os acidentes de trabalho também são riscos mapeados na gestão. Assim, a boa gestão de riscos otimiza a organização, aumentando a qualidade do produto e a satisfação do cliente e reduzindo os impactos nos momentos de crise. Dessa forma, a organização estará preparada para fornecer produtos diferenciados e de qualidade, independentemente do momento.

Gerenciar os riscos é uma parte da gestão de qualidade, portanto, para que a empresa entregue produtos de acordo com os seus objetivos e que satisfaçam a necessidade do cliente, é fundamental aplicar esses sistemas. Obter a certificação da norma ISO 9001 é uma maneira eficiente e reconhecida internacionalmente de implementar a gestão da qualidade, e conhecê-la é importante para quem quer gerir bem a sua empresa.

Quer saber mais sobre sistemas de gestão de qualidade e sobre a norma ISO 9001? Assine a nossa newsletter e receba mais conteúdos como este!

Célio Silva

Sobre Célio Silva

Desenvolvedor de software apaixonado pelo que faz, com mais de 8 anos de experiência, na maioria em Java, desenvolvendo e criando aplicações com as últimas tecnologias, aprendendo e quebrando paradigmas um pouco a cada dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *