Entenda como aplicar a metodologia lean na sua empresa!

Quando os gestores desejam melhorar o nível dos processos na companhia, é natural que eles se voltem para ferramentas com eficácia já comprovada na gestão de projetos. Neste post, apresentaremos uma delas — a metodologia lean — que já conta com exemplos bem-sucedidos de aplicação em diferentes tipos de negócio.

Popular desde a década de 1970, o lean foi exportado da indústria japonesa para o ocidente sem perder os princípios que o tornaram uma filosofia de sucesso. Vamos conhecer mais sobre ela e as suas etapas para aplicá-la em sua empresa. Confira!

O que é a metodologia lean?

O Sistema de Produção Enxuta, ou Lean Manufacturing, nasceu dentro da gigante japonesa Toyota, posteriormente sendo adaptado por outras organizações e outros setores. Diferentemente da maioria das ferramentas e metodologias do estilo ocidental, o lean foca em soluções de longo prazo e melhoramento contínuo.

É uma iniciativa de aprimoramento das rotinas de trabalho, desenvolvida, originalmente, com o objetivo de melhorar a empresa como um todo. Basicamente, é uma filosofia que prioriza a qualidade por meio de ações multidisciplinares.

Alguns dos exemplos que incluem a utilização do lean são os processos que organizam as relações entre fornecedor e montador ou todo o fluxo de ações do envio do pedido até o pagamento.

Como implantá-la?

Primeiro, é necessário avaliar o estado atual da companhia para ter a certeza de que os colaboradores e a estrutura geral da organização estão preparados para a mudança geral na filosofia de condução do negócio.

Isso é feito a partir do momento em que é designado um especialista na metodologia, também chamado de sensei na cultura oriental. Esse profissional vai conduzir os trabalhos, articulando as tarefas e tranquilizando os colaboradores em períodos de pressão.

Ele vai trabalhar junto a um líder da própria companhia, que vai informar o consultor externo dos valores, das diretrizes e das rotinas empresariais da companhia.

Um exemplo específico de produção dessa metodologia é um retângulo dividido em oito figuras menores. Nele, constam os seguintes fatores:

  • problema;
  • solução;
  • métricas;
  • oferta de valor;
  • vantagem diferencial;
  • canais;
  • segmentos de clientes;
  • estrutura de custos;
  • fontes de receita.

Desse modo, é possível dividir os diferentes focos de melhoria em categorias específicas e concentrar-se em um problema de cada vez.

É importante notar que o lean tem o desperdício como um dos seus grandes adversários. Como ele também prega o respeito irrestrito pelos colaboradores, um dos focos de desperdício é a sobrecarga sobre determinados profissionais, o que causa estresse nas equipes.

Outras formas típicas de desperdício são o excesso de documentação desnecessária e um amplo número de processos burocráticos para aprovar procedimentos. Quando aplicado de forma devida, o lean vai se certificar de mapear e concentrar-se no combate a essas deficiências.

Quais são os benefícios?

Os princípios do lean são básicos, mas a adequação do negócio a essas diretrizes vai incrementar os processos da companhia. Alguns desses princípios são:

  • focar na entrega de valor real ao cliente;
  • respeitar e engajar os colaboradores e prestadores de serviço;
  • melhorar o fluxo de valor com a eliminação dos desperdícios;
  • buscar a perfeição, por meio de procedimentos gradativos.

Como é possível notar, a metodologia tem como um dos seus pilares a entrega de valor efetivo ao cliente, mas sem desrespeitar a capacidade produtiva dos colaboradores. A intenção é agregar melhorias contínuas na companhia, mas sem sacrificar o respeito aos profissionais que a compõem.

Percebeu como a metodologia lean pode incrementar a produtividade da sua companhia? Ao aliar uma filosofia que se mostra bem-sucedida há décadas a soluções digitais de ponta, o seu negócio só tende a crescer.

O nosso post foi útil? Quer ler outros artigos como este em primeira mão? Então, assine a nossa newsletter!

Célio Silva

Sobre Célio Silva

Desenvolvedor de software apaixonado pelo que faz, com mais de 8 anos de experiência, na maioria em Java, desenvolvendo e criando aplicações com as últimas tecnologias, aprendendo e quebrando paradigmas um pouco a cada dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *