Qual o melhor software de gestão: pronto ou customizável? Descubra!

A escolha de um novo sistema tecnológico personalizado para uma empresa é um dos fatores mais importantes para otimizar toda a operação. É só reparar como todas as companhias funcionam por meio de tecnologia e grande parte das ações básicas estão nos computadores da instituição. Então, neste post, vamos apresentar o melhor software de gestão para o seu negócio.

Como os computadores são imprescindíveis às empresas, nada mais natural do que buscar sempre melhorar a capacidade dos softwares utilizados, certo? Se restringir a sistemas que se tornam obsoletos e pouco funcionais de forma muito rápida atrapalha toda a cadeia produtiva da organização. Portanto, vamos conhecer mais sobre os softwares customizáveis e seus muitos benefícios. Confira!

Qual é a importância de ter um software de gestão?

Os softwares customizáveis surgem como opção forte para combater as fraquezas tecnológicas da companhia. Flexíveis e mais amigáveis aos colaboradores, são desenvolvidos levando em consideração os objetivos e as singularidades definidas pelos valores e objetivos da companhia.

Assim, as companhias começaram a atentar para as vantagens oferecidas pelos sistemas customizáveis. Os softwares prontos, fechados, não atendem completamente às necessidades mais urgentes do mercado.

Quais são as principais diferenças entre o software pronto e o customizável?

Um software pronto, ou de prateleira, é um sistema fechado. É desenvolvido para atender múltiplos tipos de negócios e apresenta soluções mais genéricas justamente para se adaptar a muitas funcionalidades. Não apresenta a versatilidade da sua contraparte customizada.

Já o software customizável é uma opção mais completa para atender segmentos específicos. Ao contrário dos prontos, ele é desenvolvido de modo a se adequar ao funcionamento da empresa, e não o contrário. Ao se adaptar a um software pronto, projetado com funcionalidades desenvolvidas para atender muitas outras opções de forma superficial, a empresa se limita criativamente.

A implementação imediata do sistema customizável é bem mais elevada, é verdade. E ainda demanda profissionais de alto nível para escrever os códigos que vão resultar em um software poderoso.

É essencial, portanto, procurar companhias que já tenham experiência consolidada em softwares construídos de forma personalizada. Os gastos necessários devem ser encarados como um investimento significativo na infraestrutura da empresa.

Mas é necessário cuidado para que toda a flexibilidade e agilidade dos customizáveis seja utilizada para reduzir os custos e elevar a produtividade. Muitas companhias se equivocam nesse processo particular de tomada de decisão, pois adicionam funcionalidades supérfluas que servem apenas para confundir os usuários.

Por que priorizar o software customizável?

Muitas pessoas podem se perguntar sobre as razões para trocar softwares estabelecidos há um bom tempo no mercado. Vamos conhecer alguns bons motivos para investir na mudança.

Otimizar os processos

Customizar os softwares garante uma maior fluidez dos processos dentro da própria empresa. Sistemas modificados apresentam características mais amigáveis para o uso dos colaboradores, em vez da estrutura engessada de programas destinados a suprir muitas demandas diferentes.

Como o sistema é customizado para rotinas personalizadas de trabalho, será viável programá-lo para suprir as necessidades individuais de uma empresa. Será possível priorizar entre demandas fornecedores ou vendedores, por exemplo, em um processo coordenado que vai envolver todos os setores que se utilizarem de tecnologia para produzir.

Economizar dinheiro no longo prazo

Muitos gestores preferem adiar indefinidamente a aquisição de um software customizado devido aos altos custos de implementação, além do tempo necessário para implementar o sistema. Porém, em médio e longo prazos, os valores desembolsados pelos sistemas personalizados é menor.

Isso se explica pelo fato de que os customizáveis são projetados para oferecer um tempo maior de vida útil do que os prontos. Desde que os gestores busquem empresas com credibilidade para construir seus softwares personalizados, a vida útil será prolongada.

Os softwares prontos, no entanto, costumam se tornar desatualizados em pouco tempo, forçando atualizações e o pagamento de novas aquisições de licença. Outro fator para se considerar é que os sistemas prontos só têm seus bugs remediados após o lançamento de novas versões. Com um software customizado, os gestores podem solicitar a reparação imediatamente.

Economizar tempo no curto prazo

As opções prontas são pensadas genericamente, visando atingir um ampla gama de consumidores, e não se encaixam nos objetivos específicos da empresa. Já os sistemas personalizados se concentram naquilo que é essencial à empresa, possibilitando que os colaboradores produzam mais.

Inovar

Os softwares customizados também atendem as empresas que desejam investir no desenvolvimento de um software e disponibilizar a ferramenta no mercado, apostando em nichos específicos com carência de soluções tecnológicas eficientes.

É uma última oportunidade para se desenvolver financeiramente, principalmente se o software construído apresentar funcionalidades que não exijam conhecimentos muitos avançados dos interessados em contratar o serviço.

Ao se concentrar em aplicabilidades que não sejam contempladas pelos softwares prontos, apostando na exclusividade e inovação, as companhias podem deixar a sua marca no mundo da tecnologia e ainda conquistarem lucros significativos.

Conseguir benefícios tributários

Os tributos também incidem de forma diferenciada sobre os dois tipos de sistema. O produto personalizado é definido pela jurisprudência como um serviço, uma encomenda específica. Já o software pronto é considerado uma mercadoria produzida em larga escala. Dessa forma, os softwares de prateleira sofrem com tributação mais pesada, pois são encarados pelas instâncias jurídicas como mercadorias em larga escala.

Como foi possível perceber neste post, softwares prontos são úteis para realizar trabalhos simples e atender demandas mais genéricas, mas não são a melhor opção para atender às necessidades mais particulares de cada companhia.

Para buscar implementar o serviço, é melhor procurar uma empresa com credibilidade e experiência. Afinal, os gestores terão que confiar em profissionais qualificados para a escrita de códigos complexos e o próprio acesso ao sistema interno da empresa.

A partir dessas informações, fica bem mais fácil descobrir qual é o melhor software de gestão. A combinação bem-sucedida de flexibilidade, agilidade e otimização oferecida pelos sistemas customizáveis é, atualmente, um combo imbatível no mercado de opções de tecnologia.

Gostou do nosso texto e quer se inteirar mais sobre tecnologia em geral? Então, entre em contato conosco e conheça o nosso trabalho e nossas condições!

Célio Silva

Sobre Célio Silva

Desenvolvedor de software apaixonado pelo que faz, com mais de 8 anos de experiência, na maioria em Java, desenvolvendo e criando aplicações com as últimas tecnologias, aprendendo e quebrando paradigmas um pouco a cada dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *